NOTA AO PÚBLICO

terça-feira, 12 de março de 2013



A ACLEM, Associação dos Cronistas e Locutores Esportivos do Maranhão, tendo em vista o episódio ocorrido no último domingo 10/03/13 no estádio Nhozinho Santos, quando jogavam Sampaio Corrêa X Americano pelo campeonato maranhense, envolvendo o Repórter ANACLETO ARAÚJO. O mesmo em pleno exercício de suas atividades jornalísticas para a equipe de esportes da Rádio Difusora do Maranhão teve seu trabalho alterado, ou até impedido de continuar pela arbitragem, onde o 4° arbitro Sr. Antônio Jean Lima dos Santos solicitou ao arbitro central Sr. Juscelino Sousa Santos o retirasse com o auxilio da PMMA.

Estamos com menos de um mês de campeonato, e já se verificou três ou quatro vezes situações semelhantes a esta, embora de menor repercussão, num claro sinal de excesso de zêlo ou até mesmo abuso de autoridade.

Historicamente, a IMPRENSA ESPORTIVA DO MARANHÃO, parceira, colaboradora, incansável lutadora pelo melhor do futebol maranhense, não tem recebido o tratamento devido, merecido. O público reconhece o nosso trabalho, as autoridades não. É de notoriedade pública que só na capital maranhense 06/seis Rádios, 09/nove TVs e um bom número de Jornais, o que nos da um recorde de veículos de comunicação a serviço da CRÔNICA ESPORTIVA E DO FUTEBOL MARANHENSE.

Com esse respaldo, não precisava nem exigir tratamento respeitoso a classe, seria um gesto natural. Mas devido ao irreconhecimento, somos levado a condição atual: De dá conhecimento ao público a nossa insatisfação, prestando solidariedade ao companheiro ANACLETO ARAÚJO e repudiando atitudes dos árbitros citados acima.



                                                          Tercio Dominici
                                                    Presidente da ACLEM


 
ACLEM Direitos reservados a ACLEM | ©2012